-=|¢ävë®ä ðä ñë†|=-™

Bem Vindo ao melhor fórum de cheats do Brasil! Esperamos que sua estadia aqui seja longa!Temos cheats para Gunbound, Grand Chase, PangYa, Mu Online, Counter Strike, e muitos outros!
 
InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Piada Do Joãozinho..., continção!

Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin


Mensagens : 151
Data de inscrição : 07/12/2007

MensagemAssunto: Piada Do Joãozinho..., continção!   Seg Dez 10, 2007 6:00 pm

Mariazinha, a irmã mais velha do Joãozinho, estava tendo a sua primeira menstruação. Apavorada, sem saber a razão de todo aquele sangue, corre pelos corredores a procura do irmão.
- Joãozinho, Joãozinho, socorro, me ajuda!!
- Calma, calma, maninha. O que foi?
- Olha só!!! Estou sangrando!!! O que será isso, Joãozinho???
Joãozinho sentiu-se embaraçado no primeiro momento... Pensou um pouco...
Usou toda a sua experiência (estava no auge dos sete anos). Levantou o vestido da irmã, abaixou a calcinha... Analisou todas as possibilidades e, finalmente, concluiu:
- Olha... eu não entendo muito bem disso, mas acho que arrancaram o seu saco.

================================================

Naquele dia a professora de Ciências tinha pedido que cada aluno trouxesse algum instrumento que os médicos utilizam no exercício de sua profissão.
- Pedrinho, o que você trouxe?
- Um bisturi, professora!
- Quem é médico na sua família?
- Meu pai!
- E para que serve um bisturi?
- Para fazer cirurgias!
- Muito bem! Mariazinha, o que você trouxe?
- Uma seringa!
- Quem é médico na sua família?
- Minha tia!
- E para que serve uma seringa?
- Para aplicar injeção!
- Muito bem! Joãozinho, o que você trouxe?
- Um tubo de oxigênio, professora!
- Quem é médico na sua família?
- Ninguém!
- E como você conseguiu isso?
- Com minha avó!
- E ela não disse nada?
- Disse: Socorro!!

================================================

Toda vez que a professora chegava na sala de aula e falava "bom dia", os alunos respondiam "bom dia", mas tinha um som no final que era assim:
— ...êêêêêêêê.

Um dia a professora chega, dá bom-dia e os alunos respondem "bom dia", sem aquele som no final. Ela percebe que o Joãozinho faltou e diz para a classe:
— Olha só, amanhã, quando eu falar "bom dia" vocês não respondem pra eu ver o que acontece.

No outro dia então, a professora entra na sala e diz:
— Bom dia.

E só o Joãozinho responde:
— Vai se fudêêêêêêêê...

================================================

Na escola, a professora testa o conhecimento dos alunos:
- Mariazinha, quando eu digo "há uma mulher debruçada na janela"... a frase é singular ou plural?
- Singular, professora!
- Muito bem, você acertou! Joãozinho, e quando eu digo "há muitas mulheres debruçadas na janela"... o que é?
- É um puteiro, 'fessora!

================================================

Joãozinho e seus amigos discutem qual deles tem familiares mais importantes.
- Eu tenho um tio que é padre - diz o primeiro. - Ele é tão bom, mas tão bom que todo mundo chama ele de Santo!
- Isto não é nada - desafia o segundo. - Eu tenho um tio que é Cardeal. Ele é tão bom, mas tão bom que todo mundo diz que ele vai ser o próximo Papa.
- Isto não é nada - diz Joãozinho. - Eu tenho um tio que tem um pau tão grande, mas tão grande que todo mundo quando olha, diz: ¨Meu Deus".

================================================

Joãozinho falava tanta besteira na sala de aula que um dia a professora combinou com as garotas:
— A próxima vez que o Joãozinho falar besteira, vocês saem imediatamente da sala em sinal de prostesto!

E no dia seguinte, logo no começo da aula a professora começou:
— Pedrinho, o que você vai ser quando crescer?

— Vou ser médico, professora! Para ajudar os doentes!

— Muito bem! E você, Marquinho?

— Vou ser advogado, professora!

— E você, Joãozinho?

— Quando crescer eu vou ser dono de um puteiro, professora!

Imediatamente as meninas começaram a sair da sala.

— Calma, calma aí suas putas! As vagas ainda não estão abertas!

================================================

Joãozinho vai com sua mãe ao shopping.

Depois de caminharem um pouco, fica com vontade de ir ao banheiro e grita bem alto:
— Mãe, eu quero mijar!

A mãe, constrangida, leva Joãozinho ao banheiro. Quando ele sai, ela lhe diz:
— Meu filho, quando você sentir vontade de mijar, diga que quer cantar. Assim mamãe não passa vergonha, tá?

O menino, sem questionar, aceita o que a mãe lhe propõe. Então, toda vez que vão ao shopping, passa a dizer à mãe que quer cantar, quando quer que ela o leve ao banheiro.

Certo dia, Joãozinho vai passar um final de semana na casa do avô. Como o avô era viúvo, os dois dormiram juntos na mesma cama.

No meio da noite, ele levanta e acorda o vovô:
— Vô, eu quero cantar.

O vô, sem saber do que isso se tratava, responde:
— Não, Joãozinho, você vai acordar a vizinhança!

O menino deixa passa mais uns vinte minutos, e diz novamente:
— Vô, eu preciso cantar, vô!

O avô, novamente:
— Não, netinho, amanhã você acorda cedinho e canta pra todo mundo ouvir.

Passam-se mais cinco minutos e Joãozinho, não agüentando mais:
— Por favor, vô, deixa eu cantar, eu não agüento mais, vô, eu preciso cantar!

E o avô, já cansado das reclamações do neto:
— Tá bom, Joãozinho, então canta bem baixinho no meu ouvido.

================================================

O pai do Joãozinho fica apavorado quando este lhe mostra o Boletim.
- Na minha época as notas baixas eram punidas com uma boa surra - comenta, contrafeito.
- Legal, pai! Que tal pegarmos o professor na saída amanhã?

================================================

Joãozinho conversava com seu amigo Juquinha:

— Você não sabe o que eu descobri! — disse Juquinha empolgado — Todos os adultos têm um segredo e nós podemos nos aproveitar disso...

— Como assim? — perguntou Joãozinho.

— Cara, é só a gente chegar pra algum adulto e dizer...

"Eu sei de toda a verdade."

Pronto!

Eles dão dinheiro pra gente, doces, qualquer coisa...

Joãozinho ficou muito empolgado com a idéia e foi pra casa...

Encontrando a mãe, colocou o plano em prática:

— Mãe... Eu sei de toda a verdade!

A mãe ficou atordoada, deu cinco reais ao garoto e disse:

— Pelo amor de Deus! Não diz nada pro seu pai!

Joãozinho não via a hora do seu pai chegar do trabalho.

Quando ele apareceu na porta, Joãozinho já foi dizendo:

Eu sei de toda a verdade!

— Toma aqui dez reais, filho! Mas não conta nada pra sua mãe, tá?

Radiante com a possibilidade de ficar rico com essa tática, Joãozinho foi pra rua fazer fortuna...

A primeira pessoa que ele viu foi o carteiro. E já foi logo dizendo:

— Eu sei de toda a verdade!

O carteiro deixou a bolsa cheia de cartas cair no chão, se ajoelhou e disse:

— Então dá um abraço aqui, filhão!

================================================

Joãozinho e Luisinho conversam na hora do recreio.
- Meu pai é tão alto - diz Luisinho, contando vantagem. - mas tão alto que um dia ele levantou os braços e encostou a mão nas nuvens.
- Quando ele encostou sentiu algo macio? - perguntou Joãozinho sem querer ficar por baixo.
- Exatamente.
- Pois era o saco do meu pai!

================================================

Joãozinho chega da escola e vai direto à geladeira pegar sorvete. Sua mãe entra na cozinha e dá uma bronca:
- Nada disso, Joãozinho. Isso não é hora de tomar sorvete. Está quase na hora do almoço. Vá lá fora brincar.
- Mas, mamãe, não tem ninguém para brincar comigo!
A mãe não entra no jogo dele e diz:
- Tá bom, então eu vou brincar com você. Do que é que nós vamos brincar?
- Quero brincar de Papai-e-mamãe.
Tentando não mostrar surpresa, ela responde:
- Tá certo. O que é que eu devo fazer?
- Vá para seu quarto e deite-se.
Pensando que vai ser bem fácil controlar a situação, a mãe sobe as escadas. Joãozinho vai até o quartinho, pega um velho chapéu do pai, encontra um toco de cigarro num cinzeiro e o coloca no canto da boca. Sobe as escadas e vai até o quarto da mãe.
A mãe levanta a cabeça e pergunta:
- E o que eu faço agora?
Com um jeito autoritário, Joãozinho diz:
- Desça e dê sorvete ao garoto!

================================================

Na aula de religião, a freira pergunta aos meninos e meninas da turma:
- Qual é a parte do corpo que chega primeiro ao céu?

Uma menina levanta o braço e diz:
- As mãos, irmã.

- E por quê?

- Porque quando rezamos, elevamos as mãos ao céu.

Nisto, Joãozinho pede licença à professora e contesta:
- Não são as mãos não! São os pés!

- Os pés, Joãozinho? E por quê? - pergunta a freira.

- Bem, esta noite, fui ao quarto dos meus pais. A minha mãe estava com ambas as pernas levantadas, os pés no ar, e gritava: "Meu Deus, meu Deus, estou indo... Estou indo"... Ainda bem que o meu pai estava em cima dela, segurando, porque senão ela ia mesmo...

================================================

No meio da aula de Geografia, o Joãozinho chega para a professora e pergunta:
- Professora! Lâmpada é boa de chupar??
- Que é isso Joãozinho? Imagina! Quem que te falou uma coisa dessas?
- Meu pai! Ontem eu passei na frente do quarto dele e ouvi ele dizer para minha mãe: Agora, apaga a luz e chupa!

================================================

Joãozinho batendo boca com um coleguinha do prédio:
- Meu pai é melhor que o seu - desafia o coleguinha.
- É porra nenhuma! - retruca Joãozinho.
- Meu irmão é melhor que o seu!
- É o caralho!
- Minha mãe é melhor que a sua!
- Bem... isso pode ser! Meu pai vive dizendo a mesma coisa!

================================================

O garotinho chega para o pai e pergunta:
- Pai, de onde eu vim?
- Bem, filho - começou o pai, visivelmente constrangido. - Você sabe... o papai tem uma sementinha... - e durante meia hora explicou para o garoto da maneira mais didática possível como funcionava o processo de acasalamento.
Quando terminou, o garotinho olhou-o com semblante sério e disse:
- Ah! Entendi!
E o pai:
- Mas por que você resolveu me perguntar isso justamente agora, filho?
- É que o Luisinho me disse que ele veio de Uberaba!

================================================

Ao entrar na sala de aula, a professora vê um pênis desenhado no quadro. Sem perder a compostura, imediatamente ela apaga o desenho e começa a aula.
No dia seguinte, o mesmo desenho, só que ainda maior. Ela torna a apagá-lo e não faz nenhum comentário.
No outro dia, o desenho já está ocupando quase o quadro todo, e embaixo ela lê os seguintes dizeres:
"Quanto mais você esfrega, mais ele cresce!"

================================================

Ao ver a mãe nua pela primeira vez, o garotinho pergunta:
- Mãe! O que é isso que a senhora tem no meio das pernas?
Toda encabulada, a jovem mãe tenta se explicar:
- Sabe o que é, meu filho? Quando eu era pequena, eu estava atravessando a rua correndo, de repente tropecei e caí em cima de uma garrafa quebrada. Fez esse cortão que você está vendo!
- Porra, mãe! Que azar, hein? Bem em cima da boceta!

================================================

Irritado com seus alunos, o professor lança um desafio.
- Aquele que se julgar burro, faça o favor de ficar em pé.
Todo mundo continua sentado, no mais completo silêncio. Alguns minutos depois, o melhor aluno da classe levanta-se.
- Quer dizer que você se acha burro? - pergunta o professor, indignado.
- Bem, pra dizer a verdade, não! Mas fiquei com pena de ver o senhor aí, em pé, sozinho!

================================================

Na sala de aula, a professora pergunta:

— Vocês sabem quantos anos vive uma perereca?

Então Joãozinho levanta a mão:

— Vive uns 12 ou 13 anos, professora. Depois cresce pêlos e vira boceta.

================================================

A professora pergunta ao Joãozinho.
- Joãozinho, quando eu digo: "Eu fui bonita" é passado, mas quando eu digo: "Eu sou bonita" é...
- Mentira, professora!

================================================

Duas adolescentes conversando:
- Flavinha, a minha macaquinha já está ficando toda cabeluda!
- Bobinha! A minha já está comendo banana!!

================================================

A professora pediu aos alunos para fazerem uma redação na qual constasse três temas: Religião, sexo e Nobreza.
Joãozinho foi o primeiro que entregou a sua, era assim:
"Meu Deus, disse a princesa, trepar é bom demais!"

================================================

No meio da aula de Estudos Sociais a professora diz:

— Na província de Hitukaleiko as galinhas são consideradas animais sagrados. Ninguém pode comê-las!

E o Joãozinho:

— Sacanagem, professora...

— Mas é a tradição, Joãozinho!

— Pô! E os galos têm que ficar batendo punheta?

XDDD mto boas, em?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://caveradanet.forumeiros.com
 
Piada Do Joãozinho..., continção!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» PIADA DA TARDE

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
-=|¢ävë®ä ðä ñë†|=-™ :: Geral :: Piadas/Imagens engraçadas-
Ir para: